domingo, 18 de março de 2012

Não te quero mas não te Largo!


"O amor às vezes pode parecer ser tão complicado… Já passei por várias situações nessa vida, mas agora vejo uma amiga passar por uma das mais difíceis que também já passei, e é o que me inspira a escrever hoje.
Quando agente gosta de alguém é tão bom… Principalmente se esse alguém também gosta da gente, amar e ser amado é a melhor coisa na vida, e agora sei realmente o que é isso.
Só que há por aí pessoinhas que parece ter prazer em fazer os outros sofrerem. Gente! É muito complicado quando alguém gosta da gente a gente não corresponde, assim como é complicado gostar e não ser correspondido, mas se os dois gostam por quê não ficam juntos de uma vez?
Eu não entendo a cabeça dos homens, nesse caso é ele o complicado. rsrsrs. Gosta dela, liga, procura, fica com ciúme mas é o tipico garoto chamado “Não te quero mas não te largo!”. Ow isso é um saco!! Ela, apaixonadinha por ele já não sabe o que fazer, já que ele dá esperança e logo em seguida joga na cara dela um balde de água fria.
Tá na cara que gosta dela também e todos sabem muito bem disso, mas por quê quando estão frente a frente a irrita, e quando estão longe (geralmente por telefone) procura saber onde ela está, como está, e diz coisas que ela sempre gosta de ouvir, mas no cara a cara não é nada disso que ela ouve.
Vou ser bem sincera aqui, o tal “Não te quero mas não te largo”, pode às vezes até parecer um jogo legal, mas quem está na expectativa e gosta de verdade um dia pode se cansar, e depois disso não há nada que se possa fazer para reverter a situação.
E é por isso que digo e repito, não faça do coração das pessoas um jogo, isso dói, machuca e deixa cicatrizes que talvez jamais serão curadas, ter um relacionamento sincero pode fazer com que se torne pelo menos amizade, mas se pra você o coração do outro[a] é um game, isso fará com que além da perda de amizade você só ganhe a raiva e/ou o desprezo de uma pessoa que provavelmente seria maravilhosa na sua vida!
Seja sincero sempre, com você e com os outros pois assim será sempre recíproco."